Sobre o segundo filho

Tempo de leitura: 2 minutos

Carta de Amor

Em 27 de maio de 2017

“Sobre o segundo filho: certamente é muito mais leve do que o primeiro. A gente já conhece do babado, né? Temos mais segurança, mais confiança em nós mesmas, temos prática.

Acontece que tem algumas coisas que a gente não sabe e nem conhece. As emoções que vem junto com o filhote número 2. Primeiro em relação ao tempo. Sinto que eu pisquei e se passaram 10 meses. Foram meses meio que no automático, dando conta de tudo e nem observando muito bem o caminho.

Olhei hoje para o José e pensei: meu Deus, como você está desse tamanho, meu filho? Será que eu realmente vi você crescer? Será que eu te dei toda a atenção que você merece? Será que construí com você o que eu construí com a sua irmã durante esse período. Será que você sabe desse amor todo que eu tenho aqui dentro? Será que você sabe do orgulho que eu tenho de te ter conosco, de olhar para você diariamente, de ver sua luz? Meu Deus!!!

Minha sensação é que minha dedicação a José é muito diferente da que dei para Manu ?. Ahhhh esse coração de mãe que vive nos pregando peças. A culpa que cai sobre nós e que nos entristece vez ou outra ?. Mas seguimos em frente, com fé e amor, tendo a certeza de que fazemos o nosso melhor. Avante!”

Foto: Cacá Lanari

Hoje – em 2 de outubro de 2017

São cinco meses desde que escrevi esse pequeno relato. Confesso que ainda me impressiono com a rapidez com que você, José, vem crescendo e se desenvolvendo. Depois que entrou na escola então (entrou com 1 ano), parece que o tempo voou diante dos meus olhos.

Você virou pessoa total! Se comunica completamente, sabe várias musiquinhas e brincadeiras só suas. Eu acho o máximo, rs. Fico te admirando crescer junto de Manu…é uma verdadeira doçura.

Em relação à dedicação a um filho ou a outro, minha percepção mudou. Acho, na verdade, que é natural que o segundo filho seja um pouco mais “solto”, entra no bonde que já está andando, rs. Tenho TANTO amor por você que não posso cogitar que exista alguma diferença ente esse sentimento por vocês dois. Acho sim que construímos uma relação muito nossa, que dou atenção de muita qualidade para os dois. Obviamente que nem sempre é tudo perfeito, mas eu sigo tentando fazer o meu melhor, meu filho!

Tenho certeza que um dia você terá a real dimensão do que representa para mim e para nossa família. Saberá de sua importância e luz em nossas vidas.

Amor, amor, amor.

Com amor,

Mamãe

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *