Como montar um quarto montessori!

Tempo de leitura: 5 minutos

Eu AMO mudar minhas coisas de lugar. Amo mudar os ambientes, trocar os móveis, arrastar dali e daqui! Com os quartos das crianças não é diferente! (quem não me conhece, deve achar que eu tenho uns 8 filhos, mas não…só 2, hahahahahaha).

José começou a andar aos 11 meses de idade. Andar sempre foi o principal sinal aqui em casa para trocar o berço por uma caminha no chão. A teoria montessori sempre foi a nossa opção, desde Manu. Confesso que até demos uma relaxada com o Zé. Só fizemos a transição do seu quartinho nessa semana (ele está com 1 ano e 3 meses).

Nesse post vou mostrar para vocês como implantamos alguns princípios da proposta montessori no quartinho dele sem gastar muito. Eu sou bastante prática, o que facilita o processo. Sou daquelas que faz uma mudança inteirinha em poucas horas (sim, meu marido surta, hahaha). Para mim existem alguns pontos fundamentais quando penso em decoração e ambientação. Vou enumerar alguns para vocês.

FAÇA VOCÊ MESMO

Esse primeiro fator, para mim, é FUNDAMENTAL. Depender de mil pessoas para mudar algo não combina comigo. Gosto de participar, mão na massa, transformação. O primeiro passo foi retirar o berço. Nesse caso, foi o maridão que desempenhou o papel com sua maravilhosa parafusadeira portátil.

Depois disso, quis dar uma nova carinha para as paredes brancas. José já se atenta a detalhes, ama cores e novos estímulos. Por isso, optei pelo adesivo de parede, desses que a gente mesmo cola como desejar. Manu e José participaram de todo o processo, cada um a sua maneira, e foi incrível. Acho que esse é o grande barato das mudanças: fazer junto, crescer junto.

 José colando todos os carrinhos juntinhos, hahahaha
Manu dando uma força!
E foi assim que ficou!

CAMA SEM RISCO!

A gente sempre se pergunta “qual cama escolher”? No nosso caso, gostamos que a criança tenha total autonomia para subir e descer da caminha. Isso é um fator importante para nossa escolha pelo colchão no chão. Mesmo que Zé ande, ele ainda não é 100% equilibrado e nem preciso em seus movimentos. Uma cama com laterais em madeira, por exemplo, me preocupa pois tenho medo que ele bata a cabeça, tropece, etc. Por isso AMAMOS o colchão nesse primeiro momento de liberdade. O nosso é de “viúvo”, sabe? Um tamanho entre solteiro e casal, que dá muito conforto e espaço para a criança.

Aquele teste drive maravilhoso do colchão (que foi da Manu também)

SEGURANÇA DA CRIANÇA

Esse item é importantíssimo. Meus filhos dormem de porta fechada e preciso que o quarto seja um lugar muito seguro. Mesmo com o colchão no chão, é importante pensar em alguns itens de segurança para evitar acidentes. As almofadas e foutons são nossa opção para contornar a cama no caso de um rolamento noturno. Os tapetes de EVA também podem ser uma opção, mas acho que algo mais macio é melhor.

Outro item legal é um suporte lateral que encaixa embaixo do colchão, formando uma proteção lateral bem bacana. O outro lado eu encosto na parede que por si só já é uma barreira.

Aqui vocês podem ver a proteção lateral e os foutons. Ah: essa tomada que vocês veem é tampada com uma peça de segurança também.
Essa é a peça de encaixe lateral que colocamos embaixo do colchão.

REAPROVEITE O QUE VOCÊ JÁ TEM

Essa é minha filosofia! Gastar, só se for muito fundamental. Adoro dar novas funções para os objetos da minha casa, realocá-los, dar outra cara. No quarto do José vários itens são assim.

O “criado” ao lado da cama, era uma caixa de brinquedos que ficava no quarto da Manu. Colocado em pé, virou uma opção de criadinho, neutro e funcional, pois armazena brinquedos também, sem o perigo das gavetas. Outro item legal é a pratileirinha para livros. São colocadas bem baixinhas para que a criança tenha total acesso. É um cantinho fofo do quarto.

Esse hack foi suporte da minha televisão quando eu casei e morava num micro apartamento, hahahaha. Guardamos, e ele teve uma excelente utilidade para armazenar os brinquedos, além de ter a altura perfeita para José acessá-los.

Os rolinhos laterais e almofadinhas faziam parte no kit berço do Zé. Eles se adequaram perfeitamente às laterais da cama, dando ainda mais aconchego e proteção.

Os quadrinhos permaneceram nos mesmos lugares mas alterei as ilustrações de cada um deles. Isso já muda totalmente a proposta e dá nova cara ao ambiente.

INVISTA NOS DETALHES

Eu AMO detalhes. Acho que eles fazem toda diferença para ambientar um espaço. No quarto do José, trouxe alguns elementos que me remetem à lembranças afetivas e boas energias.

Anjinho de proteção que minha mãe pintou para as crianças. Manu tem um também!
Luminária deliciosa e personalizada feita por uma amiga muito querida (créditos no final do texto)
Bastidor bordadinho à mão, com o que é realmente essencial: AMOR.
Quadrinhos coloridos para dar uma aquecida e um tom mais lúdico para o quarto.

DESCOMPLIQUE

Acho que essa é a palavra chave. Usar nossa intuição e percepção é tão importante quando se trata de criar ambientes para os nossos filhos. Um exercício legal é se colocar no lugar da criança. Quarto de revista é quarto DE REVISTA, e muitas vezes nada funcional ou seguro. Por isso, confie no seu gosto e descubra as SUAS soluções para o bem estar do seu filho. As soluções estão tão pertinho. Não é preciso gastar muito quando se tem um pouco de criatividade e disposição.

Aventure-se, você consegue!

Aqui, a ficha técnica do quartinho do Zé:

1- Sobre a teoria montesori: SAIBA MAIS

2- Rolinhos e Almofadas: Fernanda Amorim

3- Luminária: instagram @abolacha.estudio

4- Bastidor bordado: Bordadoria

5- Quadrinhos: Abê Studio Criativo

6- Adesivos de Parede: Abê Studio Criativo

7- Criadinho: OPPA

8- Prateleiras de livros: Leroy Merlin

9- Vaquinha Catarina (almofadinha): Agora eu Era Herói E o Insta @agoraeueraheroi_

Espero que tenham gostado desse conteúdo!

Nos vemos na próxima!

Beijos

Lu

2 Comentários

  1. Gabriela

    Amei o quartinho do Zé! Meu Enzo está com um ano e meio e eu estou tentando fazer a transição do quarto de bebê para menininho! O berço vira caminha mas ainda é apertado e ele não da conta de subir ainda :/ coloquei uma caixa de brinquedos que ele sobe. Mas amo a ideia do colchão no chão!

    Responder

Deixe uma resposta para Gabriela Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *